CENTRO DE CULTURA 

OLHAR PARA O ORIENTE

Click here to edit subtitle

Museu Wong Fei Hung

   O governo de Foshan cediou a Convenção Mundial Wong Fei Hung. Em honra a esse evento, o Sikung Chiu Chi Ling convidou professores e estudantes de Hung Gar e fãs de todo o mundo.
    
   Todos viram o museu decorado e as demonstrações de Kung Fu Hung Gar. Nessas demonstrações foram feitas apresentações da técnica de torção Kum Na Sao e uma espetacular performance de Gung Gee Fook Fu Kuen (amenizando a forma do tigre). Também houve demonstrações da tradicional dança do leão chinesa com tambores tocados pelo Sikung Chiu Chi Ling, que é conhecido na Ásia e no mundo como “O Rei Leão”. Sua performance poderosa deixou a platéia sem palavras.
 
   O Sikung Chiu Chi Ling também incluiu uma esplendorosa demonstração de algumas de suas técnicas especiais Hung Gar de defesa pessoal. Essa grande performance era somente o começo. O grão-mestre Chiu Chi Ling foi convidado para ser um consultor especial do governo Chinês por causa de seu vasto conhecimento da arte do Hung Gar Kung Fu de Wong Fei Hung.
        Ao chegar em Foshan, o Sikung Chiu visitou a estátua de Wong Fei Hung e levou seus alunos para oferecer incensos aos ancestrais.

“Desta vez eu trago para China estudantes dos EUA, europeus e da a América do Sul incluindo meu representante do Brasil, Sifu Paulo, para procurar nossas raízes e para ajudá-los a entender as tradições dos costumes chineses” (Chiu Chi Ling).

        

   Apesar de ter mais de 65 anos, o Grão-Mestre Chiu Chi Ling ainda faz seus exercícios (formas) suavemente. Seus olhos ainda estão cheios de energia.


   Muita força de vontade e forte determinação foram instigados por seu pai, o falecido Grão-Mestre Chiu Kao, que foi discípulo do grande Lam Sai Wing, que é famoso mundialmente por ter sido o maior discípulo de Wong Fei Hung, e autor de três livros definitivos do Hung Gar Kuen: Gung Jee Fuk Fu Kuen (Domesticando o Tigre); Fu Hok Sueng Ying Kuen (Tigre e Garça); e seu trabalho esotérico, Dit Sin Kuen (Punho Linha de Ferro).


   O pai de Chiu Chi Ling, Chiu Kao, representou as artes marciais chinesas do sul nos anos 1950. Ele viajou muito para Pequim, para competições de artes marciais quando o Kung fu do sul era relativamente desconhecido. Chiu Kao ganhou muitos primeiros lugares nessas competições.


“Meu pai ajudou a dar reconhecimento ao Kung Fu de Wong Fei Hung. Consideraram o Kung Fu de meu pai muito especial e muito bom”

“Ele demonstrou a forma de bastão longo (Ng Bagua), e a forma do tigre e da garça para muitas platéias estarrecidas. Muitos mestres vieram aprender com o meu pai e autores e escritores requisitaram informações para livros e até estúdios de cinema e atores solicitaram seus talentos! Então, pode-se dizer que meu pai é responsável por ajudar a expandir os punhos do sul para o norte!”. (Chiu Chi Ling)


   Quando jovem Chiu Chi Ling aprendeu o tradicional Hung Kuen Jeng Jong de Wong Fei Hung (o tradicional estilo Hung). Posteriormente sua família se mudou para Hung Kong e Chiu Chi Ling, então com 28 anos, fundou sua própria escola de Kung Fu.
      

   A Associação Internacional de Kung Fu Hung Gar de Chiu Chi Ling tem filiais em nove países e mais de 30.000 pessoas praticando o Kung Fu de Wong Fei Hung pelo mundo. Tem até uma escola de artes marciais de Hung Gar de Chiu Chi Ling na Universidade de Shangai, na China.
    

   Há alguns anos atrás o grão-mestre elaborou planos para construir um museu memorial para Wong Fei Hung em Foshan. Depois de contatar as autoridades recebeu uma carta o apontando como consultor especial do governo chinês para o museu. Então ele entregou todo o material importante que tinha para a diretoria do museu. O Sikung Chiu também fez muitos telefonemas e usou a Internet para notificar todos os seguidores de Wong Fei Hung para comparecer à “Cerimônia para encontrar suas raízes e prestar homenagens aos Ancestrais”.


“Está melhor do que eu imaginava. Eles fizeram um ótimo trabalho, e toda a arquitetura e arte estão muito próximas desde o passado até hoje” (Chiu Chi Ling)

      

   No museu há uma sessão dedicada à filmografia que homenageia Wong Fei Hung, antigüidades no estilo da dinastia Ching, e um Chung Lik Gaun (ou salão) contendo uma coleção de lendas e histórias.


“A abertura do Museu Memorial Wong Fei Hung levou muitos turistas de inúmeros países a entender Wong Fei Hung e seu Hung Kuen, como começou e se espalhou pelo mundo. Este é mais um marco para o Kung Fu chinês” (Chiu Chi Ling).

google-site-verification=iLCKPg4z6k3LTrlF2_7yedhLCg8ytjY_b7NHycavfq4